Grupo Desportivo de Pontével

Fundado em 15 de Agosto de 1936, o Grupo Desportivo de Pontével (GDP) dedicou-se, no seu início, à prática do futebol, atletismo e ciclismo, modalidades em que os seus atletas atingiram alguma notoriedade.

GDP_balizaDestaque-se o atletismo, modalidade de onde saíram muitos e bons atletas que representaram os dois grandes de Lisboa - Benfica e Sporting -, tal como o Barreiro no futebol, assim era Pontével, na época, para o atletismo. No dia 12 de Abril de 1942 foi inaugurado o novo equipamento, constituído por camisola encarnada, com risca branca na horizontal e calções pretos listados de branco, sendo retirado o de então, que era constituído por camisola verde e calções brancos. O emblema que foi utilizado até Dezembro de 1940, era formado por Cruz de Malta, estilizada, sobre a qual assentava ao centro, um circulo branco, com as iniciais G.D.P. Mas a partir de Janeiro de 1941 passou a ser constituído por escudo branco, no qual assentava ao meio uma Cruz de Malta e tendo na parte superior uma faixa vermelha com as iniciais G.D.P.

Em 1945 deu-se o início à organização de muitas provas tais como corta-matos, corridas pedestres em linha e por estafetas. A 30 de Janeiro de 1946 fez-se a fusão do Grupo Columbófilo ao G.D.P., fortalecendo assim a colectividade. Um dos pontos mais altos da vida da colectividade foi a visita do S. L. Benfica no ano de 1951.

Com os altos e baixos comuns aos pequenos clubes de província, atingiu-se o ano de 1958, altura em que o clube suspendeu a sua actividade, dando lugar ao Centro Popular de Cultura e Recreio; estes Centros estavam muito em voga na época e pretendeu-se, com esta mudança, criar condições para a instalação em Pontével de uma Casa do Povo.

Em 1961, o clube retomou a sua actividade, adquirindo, os terrenos onde hoje se encontram instalados o Campo de Jogos e a Sede Social; iniciou-se a construção do Campo de Jogos, inaugurado em 1962 e passados alguns anos, a equipa de futebol passou a participar nos campeonatos corporativos, organizados pela então denominada FNAT.

Decorria o ano de 1973, quando o clube se inscreveu na A.F. Santarém, afim de participar nos campeonatos federados do distrito, atingindo o seu ponto alto na época de 1988/89, quando disputou a 1.ª divisão distrital e tendo ainda conquistado uma Taça de Disciplina.

Em meados da década de oitenta, o clube mantinha também equipas de atletismo (juvenis masculinos, inscritos na Associação de Atletismo de Lisboa) e ciclismo, com equipas de aspirantes e seniores, (inscritos na Federação Portuguesa de Ciclismo) tendo, nesta modalidade, conquistado alguns títulos de campeão nacional.

Presentemente, o clube tem em actividade:

- Quatro equipas de futebol, nas categorias de juvenis, Iniciados, Infantis e Escolas, movimentando perto de noventa atletas;
- A Escola de Ciclismo, com as categorias de Iniciados, Infantis e Juvenis, que vai entrar no seu terceiro ano de actividade e da recente formação do escalão de Cadetes, que na próxima época participará, tal como acontecia com a Escola, em provas de nível Nacional e Internacional, com 16 ciclistas;
- Cicloturismo com vinte filiados;
- E no Campismo 78 campistas, devidamente filiados nas respectivas Federações.

O G.D.P., há três anos, tomou a decisão de fazer Formação a nível das camadas mais jovens, sendo considerado muito favoráveis os resultados obtidos, não só em termos desportivos, bem como, a formação pessoal dos jovens futebolistas.

O G.D.P. tem conseguido, através de uma rigorosa política orçamental, manter uma situação relativamente equilibrada, reduzindo custos e rentabilizando o património do clube e, simultaneamente, rentabilizando.

Tal política, irá manter o clube no bom caminho, baseando-se em duas premissas que consideramos essenciais:

- Continuação do apoio aos mais novos, dando-lhes formação desportiva e, simultaneamente, formação pessoal e social. Isto, com a ajuda de todos os dirigentes, técnicos, colaboradores, pais e sócios em geral;

- Continuação da criação de infra-estruturas que entendemos, que ainda são insuficientes, rentabilizando outras e melhorando as existentes.

Política esta que deverá ser entendida e estar atenta à realidade sócio-cultural e económica da freguesia de Pontével e do meio que a mesma se insere.

Possui actualmente 536 associados.
Quota trimestral: 2,50 €

 

› AGENDA
› NEWSLETTER
Email
destaques